Sáutil - Sua Saúde em um clique
Notícias de Saúde
RSS
Notícias de Saúde

Unidades

São Paulo ganha primeira Unidade Básica de Saúde Integral

São Paulo ganha primeira Unidade Básica de Saúde Integral


A unidade funcionará aos sábados e atenderá demanda espontânea sem a necessidade de agendamento.

A Prefeitura de São Paulo inaugurou no último sábado (3) a primeira Unidade Básica de Saúde Integral do Município. O evento contou com a participação do Prefeito Fernando Haddad, da primeira dama Ana Estela, da vice-prefeita Nádia Campeão, do Secretário Municipal da Saúde, José de Filippi Júnior, dos secretários Chico Macena (Coordenação das Subprefeituras), Leonardo Barchini (Relações Internacionais) e Marianne Pinotti (Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida). Também estiveram presentes nove vereadores, três deputados, autoridades e lideranças comunitárias locais. A UBS Integral Jardim Miriam II, na região da Cidade Ademar (Zona Sul), começará a funcionar no dia 5/8 com 162 funcionários – destes, 22 médicos.

 

A unidade fará diferentes tipos de acolhimentos à população. Além do atendimento marcado, também receberá a demanda espontânea, ou seja, sem a necessidade de agendamento de horário com clínico, ginecologista, pediatra, psiquiatra e dentista. “Quem estuda e trabalha, e passa a maior parte do tempo no bairro poderá se credenciar na UBS. A unidade terá a flexibilidade de abrir aos sábados, das 8h às 14h, para atender o cidadão que só pode ir a UBS nestes dias. A UBS Integral é exemplo de um conceito e de decisões que estamos fazendo para aperfeiçoar a saúde na cidade de São Paulo”, afirma o secretário municipal da Saúde, José de Filippi Jr.

 

A UBS Integral Jardim Miriam II terá todos os consultórios informatizados e sistema de prontuário eletrônico implantado e integrado ao SIGA (Sistema Integrado de Gestão do Atendimento). O módulo, em fase de avaliação pela Secretaria, integrará as informações médicas dos pacientes, de forma a facilitar o acesso e permitir o acompanhamento clínico pelas equipes da Unidade.

 

Também haverá dois totens de pesquisa eletrônica para mensurar a avaliação dos pacientes em relação ao atendimento realizado na UBS Integral. “O objetivo é saber em tempo real o que está acontecendo nas unidades de saúde que tiverem o totem e dar uma resposta mais rápida para a avaliação dos usuários. É um mecanismo para melhorar a gestão e um grande avanço para que o SUS recupere o prestígio e a confiança da população, porque nem sistemas privados de saúde têm essa abrangência”, enfatiza o secretário da Saúde.

 

A unidade contará ainda com o programa Acompanhante de Idosos (PAI), Academia ao Ar Livre e práticas corporais, além de realizar outros procedimentos como vacinação, curativos, medicação local, dispensação de medicamentos, coleta de exames laboratoriais, grupos educativos, entre outros.

Para o Prefeito Fernando Haddad está em curso uma experiência nova na área da saúde: o resgate do conceito de atendimento integral – UBS, Estratégia Saúde da Família (ESF) e AMA. “A intenção é aumentar a resolução dos problemas da população, buscar a cura e promover a saúde. Vamos testar esse modelo que tem tudo para dar certo e pode ser exportado para outras unidades e até municípios. A ideia é integrar os serviços para não perder informação e dar a solução definitiva do problema”, explica.

 

Haddad reforçou outra promessa de campanha na área da Saúde, que é a construção dos três hospitais – Parelheiros, Brasilândia e outro na Zona Leste e a entrega de novos leitos. “Estamos fazendo um balanço da necessidade de leitos na cidade de São Paulo e avaliando como processar a promessa dos três hospitais e mil leitos. Muitos já foram reabertos, como a UTI Pediátrica do Hospital Municipal do Campo Limpo”, lembrou o Prefeito.


Inicialmente prevista para inaugurar no começo do ano, a UBS Integral Jardim Miriam II passou por ampliação para se tornar uma unidade integral. A primeira fase da obra começou em fevereiro de 2012 e terminou em janeiro de 2013. O custo da primeira obra foi de R$ 495 mil (via emenda parlamentar) e o da segunda reforma mais R$ 496 mil. Em relação ao custeio e recursos humanos, serão investidos R$ 832 mil por mês. Outros R$ 440 mil foram investidos em equipamentos.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo

Veja outras notícias

Notícias mais lidas

Cadastre-se
Notice: Undefined variable: conteudo in /home/sautil/public_html/noticias-detalhe.php on line 198 Fatal error: Call to a member function getUrlCategoria() on a non-object in /home/sautil/public_html/noticias-detalhe.php on line 198